Eu amo-Vos Jesus pela multidão que se abriga dentro de vós, que ouço, com todos os outros seres, falar, rezar, chorar, quando me junto a Vós.
TEILHARD DE CHARDIN

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

noites de vela




  • Anicho-me na cadeira,levanto os pés,ajeito a almofada no pescoço e preparo-me para mais uma noite de vela.


  • Nunca pensou o Frei Larrañaga ou talvez sim que me ia acompanhar a fazê-las.


  • Abençoada a hora em que comprei aquelas cassettes dele com a meditação dos salmos da misericórdia.




  • Um poema do Frei





  • Senhor!Enche de esperança o meu coração e de doçura os meus lábios!


  • Põe em meus olhos a luz que acaricia e purifica;em minhas mãos, o gesto que perdoa.


  • Dá-me valentia para a luta,compaixão para as injúrias, misericórdia para a ingratidão e a injustiça.


  • Livra-me da inveja e da ambição mesquinha,do ódio e da vingança.


  • E que, quando eu voltar hojepara o calor de minha cama,possa, no mais íntimo de meu ser,sentir que estás presente.Amém!



2 comentários:

alma rebelde disse...

Prefiro a leitura às cassetes.O livro dele dos salmos é excelente.

Maria - Portugal disse...

Tens toda a razão...mas ao pé da cama da minha Mãe não posso acender a luz...assim as cassttes é -ainda bem que existem-o único meio que possuo para me acompanhar nessas horas de vigilia.