Eu amo-Vos Jesus pela multidão que se abriga dentro de vós, que ouço, com todos os outros seres, falar, rezar, chorar, quando me junto a Vós.
TEILHARD DE CHARDIN

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Os nossos medos...

Deus sabe e compreende os nossos medos e as nossas sombras...sabe como somos frágeis, como as angústias dos dias sombrios estão presentes...não nos fez heróis, mas seres que confiam na Sua graça para irem passando as horas mais escuras da vida.
Jesus recebeu Nicodemus que o procurou de noite, porque tinha medo .

terça-feira, 28 de junho de 2016

Abadias hoje

As abadias e mosteiros são chamadas a comunicarem para o exterior,como a de Thibirine,sem perderem a sua identidade, o seu silêncio , a sua oração. A água de Deus devia irrigar um mundo ansioso e meio perdido no domínio do bezerro de ouro. MJB

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Creio


Creio que o Amor vencerá finalmente...creio na promessa...o mal não terá a última palavra!

terça-feira, 14 de junho de 2016

Maria, a mulher forte da Escritura

Maria, a mulher forte da Escritura
Como podia aquela jovem mulher fazer aquela distância já grávida para ir ter com Isabel a uma cidade da Judeia (Lucas 1,39), como poderia em condições adversas ter o seu parto,(Lucas 2,7) como poderia com o filhinho nos braços, procurar a rota do Egipto ( Mateus 2,14),como poderia fiar,cozinhar em pedras quentes,trazer cântaros de água da fonte, lavar a roupa nas ribeiras,arrotear a horta, apascentar algum gado se fosse uma das pálidas e loiras damas de salão, que os pintores teimaram em nos apresentar através dos séculos.
Mas as Escrituras apontam-nos de uma forma bem ilustrativa como seria a mãe de Jesus,a jovem de Israel, a mulher forte das Escrituras.
A sua figura poderia ser a do Cântico dos Cânticos :”
1 - 5.
Eu sou morena e agradável, ó filhas de Jerusalém, como as tendas de Quedar, como as cortinas de Salomão.
6 Não olheis para o eu ser morena, porque o sol resplandeceu sobre mim.“
A sua força como a descreviam as parteiras egípcias:
“Porque, responderam elas ao faraó, as mulheres dos hebreus não são como as dos egípcios: elas são vigorosas, e já dão à luz antes que cheguem as parteiras.” (Êxodo 1,19).
A sua entrega esclarecida,quando interrogou Gabriel.(Lucas 1, 34)
O seu cântico em casa de Isabel, (Lucas 1, 46 ) grandioso, sem nada pedir para si, invocando e convocando as misericórdias de Deus para os mais fracos e esquecidos.
Quando celebramos o encontro das mães, o serviço de Maria a Isabel, louvo-a não só por nos trazer Jesus, mas porque a sua vida foi tão igual à das outras mulheres em lutas diárias, em dores e sofrimentos, em fugas e pesadelos, sem nunca ter deixado de crer.
Não, não...os pintores, por mais perfeita que seja a sua arte, não se aperceberam de quem era Maria de Nazaré. MJB