Eu amo-Vos Jesus pela multidão que se abriga dentro de vós, que ouço, com todos os outros seres, falar, rezar, chorar, quando me junto a Vós.
TEILHARD DE CHARDIN

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Farei de vós pescadores de homens...

Pescadores de homens, que serão sabedores da direcção e força   dos ventos, das flutuações das marés, do estado dos mares, prontos a proporem aos homens um destino diferente daquele  dos peixes, preparados para os chamarem a uma vida trazida por Jesus e que Ele  quer dar em abundância.
    

domingo, 17 de dezembro de 2017

Uma gota de luz escondida no coração de todas as coisas

Uma gota de luz escondida no coração de todas as coisas

padre Ermes Ronchi
III Domingo do Advento (Ano b) - Gaudet (17/12/2017)
Evangelho: Jo 1,6-8.19-28
Vem João, enviado por Deus, para dar testemunho da luz. "O maior entre os que nasceram de mulher", como Jesus lhe chama, é enviado como testemunha, apontando o dedo para indicar não a grandeza, a força, a omnipotência de Deus, mas a beleza e a paciência suave e criativa da sua luz . Quem nunca faz violência, que se fixa sobre as coisas como uma carícia e as revela, O que mostra o caminho e alarga os horizontes.
O profeta é aquele que leva a humanidade a "pensar noutra luz" (M. Zambrano).
E ele pode fazê-lo porque viu entre nós a tenda de Alguém que “ fez resplandecer a vida" (2 Timóteo 1:10): veio e trouxe para a narrativa da história uma beleza, uma primavera, uma positividade, uma esperança como não podíamos sequer imaginar; Veio um Deus luminoso e apaixonado, um curador do desamor, que lava os cantos escuros do coração. Depois dele, será mais belo para todos o serem homens.
João, filho do sacerdote, deixou o templo e a sua função, voltou ao Jordão e ao deserto, onde tudo começou, e o povo seguia-o em busca de um novo começo, de uma identidade perdida. E é precisamente por isso que os sacerdotes e levitas de Jerusalém o questionam, pressionando-o seis vezes: Quem és? Quem és tu? És Elias? Um profeta? Quem és? O que dizes a teu respeito?
As respostas de João são sábias, extraordinárias. Para dizer quem somos, para nos definirmos, somos levados a adicionar, a listar informações, títulos académicos, notícias, conquistas. João Baptista faz exactamente o oposto, define-se diminuindo e responde três vezes: não sou o Cristo, não sou Elias, não sou ...
João deixa cair uma a uma as características de uma identidade prestigiosa, mas fictícia, para voltar ao núcleo ardente da sua vida. E ele encontra-o por diminuição, por despojamento: sou uma voz que grita. Apenas a voz, a Palavra é um Outro. O meu segredo está para lá de mim. Eu sou um que tem Deus na voz, filho de Adão, que tem Deus na sua respiração. O que é específico na identidade de João, que qualifica a sua pessoa é aquela parte do divino que sempre compõe o ser humano.
"Quem és tu?" Esta pergunta decisiva é dirigida a nós também. E a resposta é podar a nossa identidade das aparências e ilusões, das máscaras e dos medos. Menos é mais. Importa pouco o que acumulei, o que me vale foi aquilo que deixei cair para voltar ao essencial, até ser um com Deus. Aquele que acredita em um Deus de coração de luz, acredita no sol nascente e não na noite que perdura no mundo. Acredita que uma gota de luz está escondida no coração vivo de todas as coisas.
Gravura de Gustave Doré
tentado traduzir por mjb

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

O mês de Maria


Este é por excelência o mês de Maria, da jovem desposada de Nazaré.
A menina da Galileia, que como todas as outras ,ardentemente esperava o salvador de Israel.
Surpreendida por Gabriel,a comunicação diferente das Escrituras não inibiu o seu sim depois da resposta do Anjo…. para Deus era o faça-se inteiro ,mesmo com os riscos envolventes.
O filho de Deus, que crescia no seu ventre, não a deixou parada em contemplação …saíu por montes e vales à procura de quem dela precisava.
E um cântico de confiança, de libertação saiu da sua boca.
Em breve chegaria a noite, a mais longa noite da Palestina, onde nada existe a não ser o Amor - cantavam os monges do Atlas.
Noite rasgada em clarões de luz brilhante pela vinda de Deus-Pessoa ontem,hoje,amanhã…O sempre connosco.
mjb
imagem da net

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Natal...

Jesus já está connosco para sempre até à consumação dos séculos, mas ano após ano somos chamados à vigilância para que tudo em nós vibre à passagem de mais um aniversário do seu nascimento,na carne e no sangue, como nós e que o sigamos " passando fazendo o bem" como Ele. 
Sim, essa vibração manifesta-se no nosso interior, onde Deus é mais intimo que nós mesmos (S.Agostinho) e nos faz traduzir a alegria de nos ter nascido um Salvador, em actos concretos de bem-fazer,de partilha e solidariedade, que não fiquem restritos à época.
(já tem uns anitos esta reflexão, mas continua actual)

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Advento...


Tudo é movimento….na espera do Messias…
Os magos partem das suas terras em seguimento de uma estrela indicadora…

Os pastores procuram as pastagens melhores para o seu gado, onde vão ser surpreendidos pelo coral de mensageiros…
O Baptista percorre o deserto a preparar os caminhos, chamando à conversão…
Maria e José largam a sua Galileia, na direcção de Belém.
O Cosmos prepara-se para a grande noite onde Deus se faz vizinho dos homens…a noite mais longa do ano do nosso hemisfério toma proporções inesperadas.
Tudo é canto…tudo é luz..tudo se move em direcção à casa do pão ” as colinas saltam como cordeiros”.
O nosso coração move-se em direcção ao “Menino que nos é dado, ao Filho que nos nasceu” … e sente mais agudamente as vezes em que não atendeu, que não entendeu a mão que se estendia e que não era outra senão a Daquele Menino, que sempre nos procura hoje , amanhã, aqui, além, de muitas formas, em muitos tempos…
MJB
imagem da net

domingo, 5 de novembro de 2017

Jesus

Diante de tantas confusões e perguntas sem respostas... Só há uma solução para sua vida JESUS CRISTO! Ele é o caminho, a verdade e a vida!

Colhido num blog